Como aplicar Inteligência Artificial em áreas inexploradas das organizações
Inteligência artificial

Como aplicar Inteligência Artificial em áreas inexploradas das organizações

Há oportunidades para a IA processar uma demanda crescente de dados em áreas inexploradas dos negócios, estendendo a sua atuação para diferentes departamentos.

A Inteligência Artificial (IA) é um aspecto muito importante da Transformação Digital. As aplicações impulsionadas por esta tecnologia estão permitindo melhorias na visão de negócio, nas operações e na satisfação do cliente. Prova disso é que 86% das organizações aumentaram o uso de IA nas operações nos últimos dois anos, de acordo com a Pesquisa de Prontidão Digital 2021, estudo feito pela ManageEngine com executivos qualificados e profissionais de tecnologia sobre o impacto do trabalho remoto na adoção da nuvem, estratégias de segurança de TI e o uso de tecnologias analíticas e baseadas em IA.

Uma das principais razões para a ascensão acelerada da IA tem sido a explosão de dados e sua consequente aplicação em uma série de processos de negócios, mas compreendê-los representa apenas a metade da batalha para garantir que seu valor total possa ser extraído. O mesmo estudo descobriu que 63% dos profissionais apostam na IA para melhorar a análise comercial, 62% esperam aumentar a eficiência operacional e 60% procuram um índice de satisfação de clientes mais alto. Impulsionadas por IA, ferramentas de análise e inteligência de negócios estão atendendo a essas necessidades.

Como as aplicações continuam a expandir sua capacidade, há oportunidades para a IA processar uma demanda crescente de dados em áreas inexploradas dos negócios, estendendo a sua atuação para diferentes departamentos.

IA para TI interna e outras operações comerciais

Muitas vezes, a IA está sendo aplicada nas linhas de frente da interação com o cliente, tais como marketing e suporte ao consumidor. Entretanto, também é possível tornar os funcionários mais produtivos com esse tipo de solução, agregando valor aos processos internos. Por exemplo, a TI interna pode ser aprimorada com recursos como melhor gestão de ativos digitais, otimização no direcionamento de tickets para o service desk e automação de tarefas cotidianas e recorrentes. Isto permite que as equipes de TI concentrem sua força de trabalho crítica em áreas onde o raciocínio humano pode ser utilizado de forma mais eficaz.

O recurso também pode ser implementado dentro de departamentos jurídicos internos para assegurar que os processos e fluxos de trabalho dentro das organizações estejam de acordo com as obrigações legais. Enquanto as capacidades da IA muitas vezes são tidas como restritas apenas a carros autônomos e assistentes virtuais, essas soluções também podem lidar com pequenos inconvenientes do dia-a-dia. Recursos baseados em Inteligência Artificial são capazes, por exemplo, de escolher um ícone mais adequado para um formulário interno de TI ou aconselhar proativamente a equipe responsável pelo inventário a repor itens que estejam em vias de se esgotar. Esses aperfeiçoamentos de processos podem gerar ganhos de produtividade, resultando em maior lucratividade e clientes mais felizes.

A Inteligência Artificial é probabilística, o que significa que ela trabalha respondendo a prováveis eventos — por exemplo, ela pode prever que há 60% de chance de uma falha na próxima hora. Ter em mente que acostumar-se a construir fluxos de trabalho probabilísticos leva tempo quando se vem de um contexto determinístico é fundamental. Exemplificando: como será um fluxo de trabalho para uma probabilidade de 60% de falha em comparação com um fluxo de trabalho para uma taxa de 80%? Soluções internas simples de IA também podem permitir uma melhor compreensão da natureza probabilística desse tipo de aplicação, ajudando os funcionários a gerenciar melhor os recursos direcionados ao cliente.

Catalisadora da criatividade humana

Um aspecto comumente abordado da IA é sua capacidade de automatizar eficientemente tarefas repetitivas com ótima precisão, liberando tempo para que os profissionais se concentrem mais em campanhas que agreguem valor. Contudo, além de ter benefícios imediatos em termos de produtividade e eficiência dos funcionários, outro benefício a longo prazo é o poder dessa tecnologia de elevar a criatividade humana, bem como o desenvolvimento da habilidade de pensamento crítico.

Com as equipes de tecnologia livres de tarefas frequentes e demoradas, elas podem trazer maior estrutura para seu dia de trabalho enquanto se concentram na construção de carreira. Isso é de vital importância para a qualificação da mão de obra, principalmente considerando o estudo realizado pela agência Sapio Research for Hult EF Corporate Education, que entrevistou 1.188 profissionais em cargos de liderança em multinacionais de 16 países, incluindo o Brasil, e identificou que os principais habilidades para o desenvolvimento da força de trabalho para o sucesso dos negócios hoje são liderança (22%), tomada de decisão estratégica (19%), análise de dados (15%) e criatividade (13%).

A gestão de talentos das equipes é uma frente que a IA pode impactar diretamente, mas para muitas empresas, essa pode ser uma área que permanece em grande parte inexplorada. Ao permitir que os funcionários ampliem seus conhecimentos, as corporações são capazes de aplicar as habilidades dos colaboradores em diferentes funções estratégicas, ao mesmo tempo em que oferecem mais oportunidades de promoções e desenvolvimento de carreira.

IA como viabilizadora

É claro que, apesar do aumento da adoção de soluções baseadas em IA, o uso desta tecnologia está em estágios iniciais para muitas empresas quando se trata de explorar o potencial de impacto positivo nos vários departamentos em que pode ser alavancada. Os conjuntos de dados só tendem a crescer, e esse tipo de recurso deve ser considerado como uma ferramenta vital para aproveitar esse volume de informação e proporcionar benefícios para a organização em geral. A Inteligência Artificial e a Transformação Digital funcionarão cada vez mais de mãos dadas à medida que a tecnologia se desenvolver. Em sua essência, a IA é uma capacitadora para tomar as decisões corretas e para aumentar a eficiência e as oportunidades de negócios, desde a melhoria das políticas de cibersegurança até a construção de habilidades e o gerenciamento de talentos de forma abrangente.


Este artigo foi produzido por Ramprakash Ramamoorthy, Director – AI Research na Zoho Corporation.