Algoritmos de recrutamento precisam de revisão?
Podcast

Algoritmos de recrutamento precisam de revisão?

Sites de busca de emprego usam a inteligência artificial para combinar vagas abertas e candidatos que podem preenchê-las, mas os algoritmos estão sujeitos a apresentar resultados tendenciosos. 

É ilusão acreditar que a inteligência artificial está isenta de refletir preconceitos humanos. O LinkedIn, por exemplo, identificou um viés no processo de busca por vagas de emprego, o qual era recomendar mais homens a cargos abertos, reflexo de um comportamento mais agressivo de candidatos ao aplicar por vagas em um volume maior do que mulheres. Empresas do setor ligaram um sinal de alerta para esse e outros tipos de padrão, e agora investem em uma calibragem mais neutra das ferramentas.

No episódio desta semana,  Andre  Miceli, Carlos Aros e Rafael Coimbra conversam sobre os preconceitos humanos que são reproduzidos por meio de máquinas durante o processo de recrutamento de candidatos.

O podcast da MIT Technology Review Brasil é uma conversa semanal sobre os principais temas relacionados a tecnologia, inovação e negócios.

Esse podcast é um oferecimento de SAS e  Salesforce.

Clique aqui para ouvir também em sua plataforma de streaming favorita

Nossos tópicos