Os dados e o futuro do trabalho
Humanos e tecnologia

Os dados e o futuro do trabalho

O home office levou clientes e empresas a se digitalizarem numa velocidade acelerada, que não aconteceria se não fosse a necessidade imposta pela pandemia. Em poucos meses, ou até dias, organizações migraram sua estrutura para o ambiente digital.

Com mais pessoas e empresas conectadas, o volume de dados gerados todos os dias nos leva a uma outra necessidade: como tratar esses dados? O que fazer com eles? Como usá-los a favor do negócio? Como usá-los em tomadas de decisão mais certeiras?

É aí que entra a eficiência de tecnologias de analytics, que se tornaram ainda mais aliadas dos negócios. Essas tecnologias transformam os dados em estratégias para que as organizações cresçam e se destaquem da concorrência.

Entre as soluções baseadas em analytics que se tornam relevantes no ambiente de home office estão ferramentas de customer intelligence, soluções para acompanhar o desempenho da empresa em tempo real e sistemas de gestão de produtividade.

Isso resolve, por exemplo, a diminuição da “visão do todo” que muitos gestores e funcionários sentem no home office. Para enxergar a empresa de forma holística, é preciso representá-la virtualmente.

Outro desafio trazido pelo home office em massa é a gestão dos funcionários. Os gestores precisam acompanhar o desempenho da equipe mesmo de longe, e o RH precisa pensar num plano de carreiras digital.

Para o diretor de marketing do SAS para América Latina & Caribe do SAS, Kleber Wedemann, os dados são importantes para a tomada de decisãonos negócios, e possuir uma análise qualitativa e quantitativa é essencial.

“Cada vez mais as empresas precisam conhecer seus clientes e maximizar os valores dos dados que têm em mãos. E o SAS é uma ferramenta fundamental para a construção na tecnologia de visualização e construção de informação para garantir que os gestores tenham essas informações para apoiar a tomada de decisões”

– Kleber Wedemann, diretor de marketing do SAS para América Latina & Caribe do SAS

Não há dúvidas de que os dados serão parte importante no futuro do trabalho, principalmente no recrutamento de funcionários e nos escritórios.Seleções demoradas e trabalhosas, com currículos de papel, sites de emprego e um RH sobrecarregado para analisar montanhas de currículos darão lugar a um fluxo com mais eficiência e menos desperdício.

Práticas de contratação mais inteligentes usarão análise de big data combinada com inteligência artificial e machine learning para minerarprofissionais em redes sociais, sites de emprego e nos bancos de dados das empresas, selecionando candidatos pelo conhecimento.

Nos escritórios, dispositivos conectados criarão espaços mais eficientes e inovadores, que economizam energia e investem na automatização, sensores e manutenção preditiva. Até a distribuição mais eficiente das pessoas pelo espaço de trabalho poderá ser um impacto positivo do uso de dados no escritório.

Esse artigo é um oferecimento de SAS e faz parte da nossa Special Edition Home Office: Work Anywhere

Analisamos as mudanças profundas na cultura do trabalho para auxiliar empresas e organizações nos movimentos de retomada. Faça download do material completo.

Nossos tópicos