O próximo mercado de NFT
Computação

O próximo mercado de NFT

A pandemia acelerou a utilização de NFT pelo mercado artístico. Em breve, quando as atividades voltarem ao normal, descobriremos outras aplicações para os Tokens.

Em meu último artigo, falei sobre NFT, os Tokens Não Fungíveis, que não são passíveis de serem substituídos, únicos e indivisíveis. Atualmente, as aplicações mais conhecidas de NFT giram em torno de arte digital, ou itens de celebridades assinados pelos próprios autores. Um mercado que já acumula milhões de dólares. Aliás, a complexidade para armazenar a obra e a assinatura do autor é a principal diferença entre NFT e um Token.

Em computação dizemos que ele é um objeto digital. Já o Bitcoin, é apenas um número e sua existência está distribuída em toda a contabilidade espalhada na rede blockchain.

Mas, neste artigo, quero iluminar um objeto intermediário, pouco citado até então, e talvez maior que o atual mercado artístico de NFT. É um mercado diferente e relevante, talvez, em algum momento um novo nome divorciado de NFT irá surgir para designá-lo. Seria sim um NFT sem a riqueza do que se aplica hoje, porque seria apenas um número identificador, quase igual a um número de Token, mas único.

O que conseguiríamos com isso? Quais as aplicações disso? Do mesmo jeito que a pandemia acelerou o NFT artístico para assinar uma obra em um mundo mais digital, a pandemia também reprimiu um eminente mercado de cadeiras marcadas de um teatro, de um cinema, de um show. Tickets no geral, que não possam ser passados para outra pessoa. Ingressos.

Vamos além: o grande mercado, já em implantação, da identidade digital. Todo cidadão terá sua impressão digital registrada numa blockchain, e seu CPF é apenas um número. A partir daí todos os eventos relacionados a ele estarão também registrados na blockchain. Muitos projetos já estão indo nesta direção, incluindo a proeminente blockchain Cardano, de um dos mesmos desenvolvedores da Ethereum. Será uma identidade local? Uma identidade global? Bem, essa é discussão para outro artigo.

Oráculos

@cointelegraph

Um NFT também vai poder representar um evento. Este é um mercado ainda pouquíssimo explorado. Quando o mundo real voltar a acontecer, conhecedores de blockchain já estão trabalhando em um conceito de oráculo. Um oráculo é a ponte entre o mundo virtual e o real. Um agente representante de boa-fé vai poder imputar um dado manualmente em uma blockchain e disparar a execução de um contrato inteligente.

Sendo assim, poderemos comprar eventos futuros, como em um bolão de futebol onde apostamos em um gol de Neymar. Se ele fizer o gol, meu NFT é disparado e eu ganho dinheiro imediatamente da blockchain.

Milhões de eventos NFT estarão distribuídos mundo afora pela Internet fazendo-nos lembrar até da ativação de neurônios em um cérebro, onde os oráculos são nossos olhos e ouvidos.


Esse artigo foi produzido por Christian Aranha, autor do livro Bitcoin, Blockchain e Muito Dinheiro, advisor da Hathor.Network, fundador da Cortex e colunista da MIT Technology Review Brasil.

Nossos tópicos