Comparativo entre trabalhadores remotos e na empresa
Humanos e tecnologia

Comparativo entre trabalhadores remotos e na empresa

Ao mesmo tempo em que o mundo experimentou um aumento exponencial na produtividade dos trabalhadores, as empresas viram na prática como é possível reduzir consideravelmente os custos trabalhando com equipes em home office.

O mesmo estudo da Universidade de Stanford, na Califórnia, que monitorou cerca de 500 funcionários na maior agência de viagens da China, a Ctrip, e mostrou um aumento relevante na produtividade, também apontou 50% de economia proporcionada pelos trabalhadores remotos, em comparação com os colaboradores que continuaram trabalhando na sede da empresa.

A economia significativa de despesas inclui a redução com custos de aluguel, condomínio, impostos, benefícios, manutenção e conservação de espaços físicos, consumo de água e energia e até de suprimentos de escritório. Economiza-se tempo, sem a necessidade de deslocamentos, e recursosfinanceiros, sem a necessidade de manter escritórios ou com a possibilidade de reduzi- los.

Um levantamento do Indeed, o site de empregos de maior tráfego nos Estados Unidos, aponta que a redução de custo com benefícios como vale-transporte e refeição pode chegar a 31%. Já a consultoria Robert Half, por meio de pesquisa online com 800 trabalhadores de escritórios brasileiros, revelou que, para 81,36% deles, a economia de tempo e dinheiro em deslocamentos está entre os principais atrativos do trabalho remoto.

O diretor de recrutamento da Robert Half, Lucas Nogueira, ressaltou que as companhias têm reduzido os custos físicos, principalmente nos grandes centros, com a devolução de espaços de escritórios, vagas de estacionamento e o fim das taxas de condomínio e de energia elétrica. No Banco do Brasil, por exemplo, a expectativa é economizar R$ 1,7 bilhão em 12 anos, devolvendo 19 dos 35 prédios de escritórios.

Mesmo antes da pandemia, os trabalhadores remotos já acarretavam em uma enorme economia em custos imobiliários e nas contas de consumo. Segundo reportagem da revista Forbes, o programa de trabalho remoto da Aetna permitiu uma redução de US$ 78 milhões em custos imobiliários. Já a American Express reduziu em cerca de US$ 15 milhões seus custos imobiliários com o home office.

Esse artigo faz parte da nossa Special Edition Home Office: Work Anywhere

Analisamos as mudanças profundas na cultura do trabalho para auxiliar empresas e organizações nos movimentos de retomada. Faça download do material completo.

Nossos tópicos